São João registrou mortes em todos os dias nas rodovias federais baianas durante feriado

Ao todo, foram registrados sete óbitos, cinco deles envolvendo motos

O feriadão terminou em tragédia para as famílias de pelo menos sete pessoas – vítimas de acidentes nas rodovias federais que cortam a Bahia. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), foram registradas mortes em todos os dias de Operação Festejos Juninos, que começou na última quinta-feira (20) e teve fim às 23h59 desta terça-feira (25).

O número de óbitos foi maior que o registrado no ano passado, que teve quatro vítimas fatais. A operação em 2018 teve apenas um dia a menos se comparado a 2019 e ocorreu entre 21 e 25 de junho.

Dos sete óbitos registrados este ano, cinco envolveram motociclistas. O primeiro acidente fatal ocorreu às 6h15 de quinta (20), no km 547 da BR-324, em Amélia Rodrigues. Uma moto se chocou na lateral de um carro e o motociclista não resistiu. No dia seguinte, às 16h10, um pedestre foi atropelado por um carro e morreu no km 367 da BR-324, em São José do Jacuípe.

No sábado (22), uma moto se chocou contra uma árvore de madrugada, às 4h30, e deixou motorista e carona mortos no km 508 da BR-242, em Oliveira dos Brejinhos. Outro acidente fatal envolvendo um veículo do mesmo tipo aconteceu no domingo (23), quando um condutor atropelou um animal na via e não resistiu aos ferimentos. O óbito foi registrado às 0h10, no km 305 da BR-110.

Na segunda-feira (24), um ciclista pedalava pela BR-101, quando se chocou na lateral de um caminhão e morreu no local. O acidente aconteceu às 17h30, no km 160 da BR-101, em Conceição do Jacuípe.

O último acidente deste feriadão foi registrado também no período da madrugada, às 4h desta terça (25). De acordo com a PRF, o condutor de uma motocicleta perdeu o controle, saiu da pista e se acidentou, não resistindo aos ferimentos. O caso aconteceu no km 224 da BR-407, na região de Capim Grosso.

Além das sete mortes, o órgão registrou outros 66 feridos – o número é 3,6 superior em relação a 2018 (18). Ao todo, segundo a PRF, foram 63 acidentes, sendo 16 deles graves.

Multas
Considerado o período de maior fluxo de veículos nas rodovias baianas, o feriado de São João contou com reforço nas equipes da PRF, que concentrou seu efetivo no patrulhamento ostensivo e preventivo em locais e horários de maior incidência de acidentes graves, distribuído em aproximadamente dez mil quilômetros de malha viária.

Durante a fiscalização, o órgão parou 9.837 veículos e autuou 9.443 motoristas nos seis dias de operação. A infração mais comum foi a ultrapassagem proibida, que gerou notificação para 955 veículos. Também foram abordados 4.114 veículos para testes com bafômetro, que flagraram 89 condutores dirigindo sob efeito do álcool. A infração é gravíssima e gera multa de R$ 2.934,70.

As motos também foram alvo da PRF. O órgão multou 81 condutores por falta de capacete, dele ou do passageiro, além de flagrar e autuar 11 motoristas trafegando manuseando o aparelho celular.

A multa por excesso de velocidade, flagrados pelos radares, totalizaram 2.004 imagens capturadas. Além disso foram 283 multas para quem estava sem cinto de segurança.

Fonte: Correio

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: