“Estou destruído por dentro”, diz pai de garota torturada e morta por adolescentes

O pai da jovem de 14 anos que foi torturada e morta por duas adolescentes de 15 anos relatou a dor que está sentindo neste momento em uma entrevista. “Eu não desabei ainda. Estou inteiro ainda, mas estou destruído por dentro”, desabafou. A menina foi assassinada em Paulista (PE), nesta terça-feira (25), e todo o crime foi filmado pelas jovens e divulgado nas redes sociais.

Foto: Reprodução/TV Globo

“Não desabei ainda. Ainda tô inteiro aqui, mas estou destruído por dentro. Estou tentando me manter inteiro para dar continuidade a todo esse processo”, afirma, em referência ao velório e ao enterro da filha.

O relacionamento que a filha mantinha com uma das jovens que praticou o crime era reprovado pelo pai. “Não pelo fato de ser minha filha namorando com uma menina. Se fosse uma outra menina, uma pessoa de bem, não teria problema nenhum, mas pelo fato de caráter da pessoa”, relatou à TV Globo.

Foto: Reprodução/WhatsaApp

De acordo com o delegado do caso, Álvaro Muniz, as adolescentes já tinha registros por tentativa de homicídio e roubo. “Uma delas já afirmou que respondeu a um ato infracional de tentativa de homicídio. Ela estava na Funase [Fundação de Atendimento Socioeducativo] e conseguiu escapar, estava foragida. A outra, que estava mantendo contato íntimo com a vítima, já foi apreendida pela prática do crime de roubo”, detalhou em entrevista à TV Globo.

“Ela já tinha um histórico de vivência na rua, de coisas desagradáveis que a rua ensina. Depois de um tempo, a minha filha percebeu e queria largar essa menina acusada [do crime]. Conheceu um garoto bom, sem envolvimento com coisas erradas e passou a namorar com ele, porém a outra continuava ameaçando. Foi aí onde veio a parte psicopata”, contou o pai.

Fonte: IBahia

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: