Pontes vivas oferecem travessia segura para animais em rodovias

As construções protegem tanto motoristas quantos animais nas rodovias

Em estratégia para mudar o destino de milhares de animais e motoristas que acabam sendo vítimas de colisões nas estradas, muitos países estão construindo ecodutos, travessias que facilitam a movimentação dos animais locais ao atravessar rodovias.

Compostas de camadas de rocha, solo, vegetação rasteira e até árvores médias com o intuito de proporcionar um habitat apropriado para uma gama de diferentes espécies, as passagens têm em sua maioria entre 10 metros à 60 metros de largura, dependendo do tamanhos dos animais que utilizam a passagem.

A Holanda, que foi um dos primeiros países a adotar as construções, hoje já contém cerca de 600 pontes. Já no Canadá, no Parque Nacional Banff, que possui mais de 41 pontes do gênero (seis viadutos e 35 passagens inferiores), desde que começou o monitoramento em 1996, as estruturas foram atravessadas mais de 200 mil vezes.

Além de representar uma maior segurança, a estrutura também auxilia a preservar espécies em extinção.

Banff National Park, Alberta, Canada. Foto: Reprodução
Banff National Park, Alberta, Canada. Foto: Reprodução.
Ecoduto de Woeste Hoeve sobre a auto-estrada A50, na Holanda. Foto: Reprodução

Fonte: portaldodog.com.br

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: