Mais de 60 filhotes de shih-tzu são achados aglomerados em porta-malas de carro na BA; cães seriam vendidos para pet shops

Animais também estavam no banco traseiro do veículo. Agentes da Polícia Rodoviária Federal fizeram resgate dos cachorros na BR- 242, em Itaberaba.

Carro onde cães eram transportados irregularmente na Bahia — Foto: Divulgação/PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Bahia, encontrou na sexta-feira (28), 63 filhotes de cachorro da raça Shih-tzu aglomerados no banco traseiro e porta-malas de um carro. O resgate dos animais ocorreu quando o motorista passava pela BR-242, em Itaberaba, na região da Chapada Diamantina.

De acordo com a PRF, os agentes receberam uma denúncia de que um homem havia abandonado três filhotes na região de Tanquinho de Lençóis, também na BR-242, próximo ao município de Itaberaba. Em seguida, a equipe saiu em busca do veículo, que foi localizado no KM 250 da mesma rodovia.

No carro, conduzido por um homem de 56 anos, os agentes federais encontraram 63 filhotes de cachorro, todos da raça Shih-tzu, amontoados em 13 caixas plásticas e uma de papelão. As caixas com os filhotes estavam distribuídas no banco dianteiro, banco traseiro e porta-malas do veículos. Eles estavam debilitados, aparentavam desidratação e fraqueza, informou a PRF.

À PRF, o motorista informou saiu com os animais de Goiânia(GO) e os comercializaria em petshops de Salvador, na capital baiana, além das cidades pernambucanas de Recife e Petrolina.

Segundo a polícia, o motorista confirmou que havia abandonado três animais no percurso, e apresentou algumas cadernetas de vacinação, alegando serem dos animais que transportava. Os três cãezinhos foram encontrados pelos policiais, dois foram achados mortos e um ainda estava com vida, mas, em seguida, não resistiu.

Após a abordagem, o homem ainda entregou aos policiais uma cópia de um “Atestado Sanitário para o Trânsito de Cães e Gatos”, mas não soube informar onde se encontrava o documento original.

Ainda, no suposto atestado apresentado, não havia informações da quantidade de animais que seriam transportados, nem qualquer vinculação direta com cães encontrados no veículo.

A situação degradante em que se encontravam os animais se enquadrou no crime de em maus tratos de animal doméstico, previsto na Lei Ambiental. Em desfavor do homem, foi lavrado Termo Circunstanciado de Ocorrência, e os animais foram encaminhados para o órgão ambiental competente para cuidados e demais providências cabíveis. Não há detalhes se o motorista detido permaneceu preso.

Fonte: G1 Bahia – Foto: Divulgação/PRF

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: