Alunos da rede estadual de 23 cidades vão começar a receber vale-alimentação nesta segunda (20)

Auxílio na alimentação será ofertado nas redes Cesta do Povo e Assaí

Os alunos da rede estadual de ensino de 23 municípios baianos já poderão receber o vale-alimentação a partir de segunda-feira (20). O anúncio foi feito pelo Governo do Estado, na noite desta sexta-feira (17).

Isso será possível porque, segundo o governador Rui Costa, houve um acordo com duas grandes redes de supermercado: Cesta do Povo e Assaí. Segundo ele, nas cidades onde estas empresas têm loja, o benefício já estará disponível.

“Fechamos a negociação com essas duas redes de supermercado e com o Banco do Brasil, a quem já entregamos o banco de dados dos 800 mil estudantes da rede estaudal baiana. O primeiro lote será entregue na próxima sexta-feira, dia 24, mas como muitos têm pressa para receber logo esse auxílio, combinamos com a Cesta do Povo e o Assaí para que, nas cidade onde eles têm loja, possamos fazer a entrega do benefício da alimentação logo”, disse.

Segundo Rui Costa, na segunda-feira, basta verificar se o nome do aluno consta na lista do site da Secretaria de Educação e, caso sim, ir a um destes supermercados para fazer a retirada. É necessário levar o documento de identificação com foto do estudante, como RG. O benefício é um crédito de R$ 55, quer permitirá que o estudante ou responsável faça a compra exclusivamente de itens para alimentação nas redes de supermercado. Ao, todo 260 mil alunos serão beneficiados.

Ainda de acordo com o gestor estadual, não há limitação nos benefícios. Ou seja, se uma família tem, por exemplo, três estudantes matriculados, todos eles têm direito ao benefício de forma individual. 

Na rede Assaí, serão contemplados cerca de 200 mil alunos, das cidades de Salvador, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Camaçari, Juazeiro, Jequié, Ilhéus, Lauro de Freitas, Paulo Afonso, Guanambi, Serrinha, Senhor do Bonfim e Itapetinga.

Já a Cesta do Povo atenderá aproximadamente 170 mil estudantes de Salvador, Feira de Santana, Simões Filho, Valença, Dias D’Ávila, Santo Estévão, Gandu, Santa Bárbara, mata de São João, Morro do Chapéu, Camamu e Ituberá.

Nos casos de Salvador e Feira de Santana, que possuem unidades das duas redes de supermercado, os alunos não poderão escolher onde farão as compras, para evitar lotação nos centros de compras. A divisão será feita pela Secretaria de Educação, que definirá qual empresa atenderá cada escola.

Dúvidas podem ser tiradas no telefone 0800-2840011.

Fonte: correio24horas

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: